Blog

Óleo de Coco: veja as principais informações sobre ele

Quem não gosta de coco? A fruta é uma das mais queridinhas por brasileiros e estrangeiros, que quando chegam ao país ficam deliciados com a sua água, ideal para se tomar em frente ao mar ao pôr do Sol e com todas as maravilhas gastronômicas que sua polpa pode nos proporcionar.

No âmbito dos doces uma boa cocada e um beijinho bem caprichado costumam ser imbatíveis. Na área dos salgados temos pratos nordestinos pioneiros em utilizar o leite de coco em seus preparos, como é o caso do bobó de camarão e da moqueca.

Será que esse fruto mais do que incrível teria algo mais para nos oferecer? A resposta é sim e se encontra no óleo de coco! Já ouviu falar dele? Sabe para o que serve e como pode fazer a diferença na sua vida? Se está meio perdido ou se não faz a menor ideia estamos aqui para esclarecer!

Como funciona e quais as suas propriedades?

A grande sacada do óleo de coco é que ele ajuda sim a emagrecer, como foi comprovado em pesquisas feitas nos Estados Unidos. Na Universidade de Columbia foi criado um bolinho que contava com o produto em questão na sua massa e as principais refeições do dia contavam com algumas doses do líquido também. O grupo testado acabou perdendo muito mais peso do que os estudiosos imaginaram que seria possível

O resultado mais impressionante aconteceu no abdômen das pessoas que se voluntariaram no estudo: alguns indivíduos acabaram apresentando uma perda de medidas na região sete vezes maior do que o que costuma acontecer no mesmo período de controle alimentar, quando se segue uma dieta normal, sem o óleo de coco.

Saiba mais no vídeo abaixo:

Veja também essa matéria no Gazeta Online, site da Globo.com que mostra uma dieta com óleo de coco.

Como ingeri-lo?

oleo-de-coco

Para perceber os resultados do óleo de coco no seu organismo e corpo é necessário consumir diariamente cerca de 3 a 4 colheres de sopa. Mistura-lo a sucos e vitaminas pode ser uma ótima opção, mas não há problema algum em utiliza-lo como um tempero para as suas refeições normais, já que o seu sabor é bastante agradável para quase todo mundo.

Uma solução bastante interessante para acrescenta-lo ao seu dia a dia é usá-lo como uma gordura substituta da manteiga, da margarina e de outros óleos vegetais, na confecção tanto de receitas diversas quanto no ato de fritar ou refogar determinados alimentos.

Cada frasco de 200 ml costuma custar R$ 30, valor interessante se compararmos ao do azeite de oliva extra virgem, um concorrente direto do óleo de coco na área de gorduras que fazem bem a nossa saúde. Já é comprovado que o óleo de coco ajuda mais a emagrecer do que o azeite, porque o segundo apresenta uma digestão mais demorada e complexa que o primeiro.

Além disso, pessoas com diabetes ou problemas na tireoide também podem consumi-lo sem nenhuma preocupação, o que é uma excelente notícia para as pessoas que integram esses grupos e costumam vivenciar grandes restrições alimentares!

Por fim, outro grande trunfo, talvez o maior do óleo de coco é que ele apresenta ação termogênica, ou seja, quando o consumimos nosso corpo tem a temperatura elevada, o que faz com que o metabolismo acelere para que isso seja estabilizado. Isso significa mais prática mais queima de calorias e, consequentemente, um peso menor na hora de subir na balança. Não é demais?