Blog

Benefícios dos termogênicos para emagrecer

Perder peso através de uma alimentação saudável é possível, e melhor ainda, se aproveitar todos os benefícios dos termogênicos para emagrecer!

Para quem não sabe, os alimentos considerados termogênicos, são aqueles que ao serem consumidos durante uma refeição, aumentam de maneira saudável a temperatura do corpo, isso acelera o metabolismo, e ainda provoca a queima das gorduras localizadas, dessa maneira fica mais fácil emagrecer e sem passar fome!

Benefícios dos termogênicos para emagrecer

Os benefícios dos termogênicos para emagrecer acontecem de uma forma bem natural, ativada pelo sistema pelo nervoso que ao perceber que houve a ingestão dos alimentos termogênicos, eleva a temperatura do corpo, acelera o metabolismo, e assim toda a gordura alojada mesmo nas camadas mais profundas da pele são transformadas em energia!

O resultado disso é visível, já que vai ter pique para aguentar o dia inteiro, e o melhor é que as calorias são queimadas o tempo todo!

Para alcançar todos os benefícios dos termogênicos para emagrecer é necessário também aderir a uma alimentação equilibrada, sem frituras, doces, refrigerantes, beber 2 litros de água por dia, e caso tenha oportunidade, comece a frequentar uma academia na modalidade que preferir, qualquer uma que escolher será válida para acelerar a perda de peso.

Mesmo não frequentando academias, programar uma caminhada diária de pelo menos 20 minutos, ou subir 5 lances de escadas, pode fazer toda a diferença para o organismo, já que além de perder peso, melhora a frequência cardíaca, elimina colesterol, melhora a circulação e ainda fica com as pernas livres de flacidez!

A melhor maneira de potencializar a perda de peso, isto é, de perder mais peso ainda, é ingerir algum alimento termogênico 30 minutos antes de ir para a academia ou de correr, ou antes de fazer a caminhada sempre em passos apertados e firmes, afinal não está passeando em frente as lojas do shopping!

Veja esse ótimo vídeo sobre os termogênicos:

Mais infos no dicasdetermogenico.com

Existem dezenas de alimentos termogênicos presentes no dia a dia, vamos conferir os principais:

  • Pimenta Vermelha, basta ingerir 3 gramas por dia, para aumentar até 20% o metabolismo.
  • Chá Verde, 5 xícaras por dia, acelera o metabolismo, e transforma a gordura em energia.
  • Canela, basta 1 colher de sopa por dia que pode ser polvilhada sobre vitaminas, café com leite, entre outros.
  • Gengibre, basta colocar 2 pedaços pequenos dentro de uma garrafa de 500 ml de água e com suco de 1 limão. Além de queimar as calorias têm efeito diurético ideal para eliminar inchaço na barriga!
  • Qualquer alimento termogênico não pode ser consumido por gestantes, crianças, hipertensos, ou que tenham problemas de insônia.

Óleo de Coco: veja as principais informações sobre ele

Quem não gosta de coco? A fruta é uma das mais queridinhas por brasileiros e estrangeiros, que quando chegam ao país ficam deliciados com a sua água, ideal para se tomar em frente ao mar ao pôr do Sol e com todas as maravilhas gastronômicas que sua polpa pode nos proporcionar.

No âmbito dos doces uma boa cocada e um beijinho bem caprichado costumam ser imbatíveis. Na área dos salgados temos pratos nordestinos pioneiros em utilizar o leite de coco em seus preparos, como é o caso do bobó de camarão e da moqueca.

Será que esse fruto mais do que incrível teria algo mais para nos oferecer? A resposta é sim e se encontra no óleo de coco! Já ouviu falar dele? Sabe para o que serve e como pode fazer a diferença na sua vida? Se está meio perdido ou se não faz a menor ideia estamos aqui para esclarecer!

Como funciona e quais as suas propriedades?

A grande sacada do óleo de coco é que ele ajuda sim a emagrecer, como foi comprovado em pesquisas feitas nos Estados Unidos. Na Universidade de Columbia foi criado um bolinho que contava com o produto em questão na sua massa e as principais refeições do dia contavam com algumas doses do líquido também. O grupo testado acabou perdendo muito mais peso do que os estudiosos imaginaram que seria possível

O resultado mais impressionante aconteceu no abdômen das pessoas que se voluntariaram no estudo: alguns indivíduos acabaram apresentando uma perda de medidas na região sete vezes maior do que o que costuma acontecer no mesmo período de controle alimentar, quando se segue uma dieta normal, sem o óleo de coco.

Saiba mais no vídeo abaixo:

Veja também essa matéria no Gazeta Online, site da Globo.com que mostra uma dieta com óleo de coco.

Como ingeri-lo?

oleo-de-coco

Para perceber os resultados do óleo de coco no seu organismo e corpo é necessário consumir diariamente cerca de 3 a 4 colheres de sopa. Mistura-lo a sucos e vitaminas pode ser uma ótima opção, mas não há problema algum em utiliza-lo como um tempero para as suas refeições normais, já que o seu sabor é bastante agradável para quase todo mundo.

Uma solução bastante interessante para acrescenta-lo ao seu dia a dia é usá-lo como uma gordura substituta da manteiga, da margarina e de outros óleos vegetais, na confecção tanto de receitas diversas quanto no ato de fritar ou refogar determinados alimentos.

Cada frasco de 200 ml costuma custar R$ 30, valor interessante se compararmos ao do azeite de oliva extra virgem, um concorrente direto do óleo de coco na área de gorduras que fazem bem a nossa saúde. Já é comprovado que o óleo de coco ajuda mais a emagrecer do que o azeite, porque o segundo apresenta uma digestão mais demorada e complexa que o primeiro.

Além disso, pessoas com diabetes ou problemas na tireoide também podem consumi-lo sem nenhuma preocupação, o que é uma excelente notícia para as pessoas que integram esses grupos e costumam vivenciar grandes restrições alimentares!

Por fim, outro grande trunfo, talvez o maior do óleo de coco é que ele apresenta ação termogênica, ou seja, quando o consumimos nosso corpo tem a temperatura elevada, o que faz com que o metabolismo acelere para que isso seja estabilizado. Isso significa mais prática mais queima de calorias e, consequentemente, um peso menor na hora de subir na balança. Não é demais?